O Tabu das Ereções Espontâneas

Decidi deixar de beber café na rua. Nem é tanto pelo dinheiro que gasto, acima de tudo foi por ser tornado extremamente constrangedor sempre que pegava na chávena o meu dedo mindinho parecer que tinha acabado de dar no Viagra.

O meu desespero chegou ao ponto de procurar grupos de ajuda: “Olá a todos, eu sou o Gomes, tenho 29 anos e sofro de ereção espontânea do mindinho. É algo com que ando a lutar nos últimos anos mas não tem sido fácil. Ainda são muitas as vezes em que estou num lugar público a beber café, pego na chávena e lá vai ele por ali fora, a apontar para o céu.”

Pior ainda, é que depois a ereção demora a passar: às vezes são cinco minutos mas outras vezes chega a duas ou três horas em que ele continua cheio de pujança e não posso fazer certas coisas como dar um passou-bem a alguém como deve ser ou dar uma palmada bem dada ao meu filho ou estar a escrever no Pc do trabalho em open space sem parecer que estou a hackear a net com uma antena pirata. Aliás, uma vez fui expulso da apresentação de um livro porque não consegui disfarçar e acharam que eu estava a fazer uma mini saudação nazi.

Também vos acontece? Vamos unir-nos nesta luta, já sabem que têm aqui um ombro amigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: